sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

CASAL LIBERAL - MINHA LUA

Para iniciar gostaria de dizer que somos um casal quase liberal, temos muitos desejos, falamos abertamente, um com o outro, brincamos muito entre quatro paredes sobre a existência de um terceiro ou casal, tanto do sexo masculino como feminino. Portanto eu e minha esposa temos essa cumplicidade. Nos dois na faixa dos vinte e tantos anos. Eu magro, 1.65m uso óculos e ela uma potranca de 1,72m seios fartos, bunda grande, linda demais.

 Meus amigos me perguntam o que que eu tenho para ter uma mulher dessa. Eu brinco com eles mas a verdade é que não a privo de suas fantasias, compartilho com ela, e acho que é isso que nos mantém juntos e apaixonados. O fato que venho contar foi sobre o nosso inicio no mundo liberal. Sempre entramos em sites destinados a casais swinguers e nos divertimos muito um provocando o outro vendo os casais mais despojados. Quando vamos a praia sempre ela vai com um biquíni provocador e eu fico atiçando ela, dizendo que fulano não tira o olho dela, peço para ela provocar mais e depois voltamos para casa e transamos alucinadamente. Tudo começou quando em um dia minha TV a cabo caiu o sinal, o pior que foi de sexta feira e liguei pedindo um concerto urgente e eles me programaram para sábado de manha. Sexta feira sem TV em casa aproveitamos e revimos vários filmes pornôs e transamos muito ela colocou uma lingerie preta muito cavada e me deixou louco, trepamos muito depois fomos dormir.

As 08h45min da manha toca o interfone, eu me levantei e era o técnico da operadora, pedi para subir. O rapaz um moreno claro chegou e logo lhe mostrei os equipamentos e ele ficou ali concertando e verificou que era o cartão que havia expirado. Enquanto ele aproveitou para fazer uma revisão na fiação eu estava ali sentado no sofá observando ele trabalhar vejo que a porta do meu quarto se abre e minha esposa sai de lá, vestidinha num pijaminha branco, com uma blusinha solta e um shortinho pequeno bem apertado. Ela me olha com uma cara de sono e vem em direção à sala para ir a cozinha. Eu dou um sorrisinho pra ela e aponta com a cabeça que tem gente ali.


Ela não se importa, só fala bom dia e vai para a cozinha. Quando ela passou o técnico deu uma olhada nela e chegou ate a hesitar. Pois ele não a viu de frente mas de costas a bunda dela tava quase toda dentro do shortinho e a tanguinha preta toda enfiada deixou ela um tesao de mulher. Eu fingi que não tinha nem percebido só olhei para a TV e perguntei se tinha dado certo. O rapaz todo desconcertado ficou mexendo ate aparecer à imagem. Quando a imagem voltou eu a chamei para ver. Foi quando o cara quase caiu para trás. Ela de frente com aqueles seios enormes soltos naquela blusinha e aquele shortinho apertado que mostrava todo o desenho da sua bucetinha escondida pela tanguinha preta.

Eu não sei, mas talvez nesse dia, eu ate faria o nosso primeiro ménage real. Mas o rapaz foi muito tímido. Ainda tentei perguntar se não tinha como liberar os canais eróticos. Mas ele disse que nesta operadora era muito difícil. Deu uma ultima secada na minha esposa e foi embora. Quando ele saiu eu brinquei com ela se ela tinha gostado dele, ela falou que queria dar pra ele na minha frente só para me humilhar. Resumo transamos alucinados imaginando o rapaz conosco. Durante a semana eu conversando com um amigo que tinha feito nesses sites liberais, reclamei do meu notebook dizendo que tava muito lento. O rapaz, muito solicito, me passou varias manhas para melhorar, realmente melhorou um pouco mas vi ali mais uma chance de provocar minha esposa e perguntei para ele se ele não podia vir dar uma olhada no meu notebook.

Ele falou que sim e marquei novamente para sábado de manha. Não falei nada para ela mas na sexta insisti para ela colocar a mesma roupa para dormir. Ela não relutou, demos uma transadinha e dormimos juntinhos. Lá pelas 9 horas toca o interfone, eu me levanto e era o tal amigo da net. Quando ele chegou nos apresentamos, pois só nos conhecíamos via online. Um cara aparentemente legal, quando ele entrou eu o ofereci um café, como ele aceitou eu fui fazer e o deixei já ligando o note. Quarenta minutos depois ele realmente deu uma limpada no note, o bicho tava rápido, eu tava bem contente. A maquina voltou a ser o que era, senti ali um agradecimento e como somos amigos de um site de casais liberais, resolvi mostrar para ele algumas fotos e vídeos que eu tinha. Quando estávamos vendo abre a porta do quarto e sai minha mulher com aquele pijaminha branco justinho e aquela tanga preta. Ela se assustou pois não sabia que eu estava com visita, mas eu tratei de acalma-la e a chamei para próximo.

 Como o amigo estava de costas para o corredor ele não tinha visto nada. Quando ele percebeu que ela vinha tratou de fechar os arquivos de putaria e se virou para cumprimentá-la. Quando ele se levanta e a olha, vê aqueles peitos soltos na blusinha solta e eu percebo, que ele não tirou os olhos, mas voltou timidamente para o note e não comentou nada. Ela foi ate a cozinha e eu, percebi a excitação no ambiente. Querendo botar mais lenha na fogueira, perguntei se o amigo não queria um café, ele aceitou e eu pedi para ela trazer um cafezinho para a nossa visita. Ela pareceu surpresa e me chamou na cozinha. Quando eu entrei ela foi me perguntando quem era. Falei para ela que era um amigo “daquele site” que víamos ela ficou me olhando comum risinho safado e falou que já levaria o café. Antes eu perguntei o que ela achou dele, mas ela não respondeu.

Voltei para sala e ele perguntou se estava incomodando, já foi avisando que tinha acabado. Falei que não que o café já estava vindo, mudei de assunto para relaxar. Eu não estava pensando em nada demais para aquele dia e sim, mas uma transa gostosa com minha mulher, nos excitando com a situação. Logo depois ela apareceu na sala com uma bandeja e três xícaras de café. Serviu nosso convidado, depois a mim e depois pegou a dela e sentou-se conosco na mesa e perguntou como estava o note. Ela falou que não estava nem mais conseguindo ver os sites que ela gosta, então ele pediu para ela ver se conseguia agora, pois senão ele já tentava ver se dava um jeito. Empurrou o note para ela e ela começou a mexer. Logo ela teve uma duvida e pediu ajuda dele. Ele se levantou foi ao seu lado e eu percebi que ela sentada e ele de pé ao seu lado, ele tinha uma visão privilegiada dos seus seios.

 Ela não parava de fazer perguntas para ele e ele não saia dali, logo meu pau deu sinal de vida e eu já estava ficando excitado com aquela situação. Foi quando ele foi mexer numas teclas e eu acho que ele resvalou sua mao nos seios da minha mulher. Ela fingiu não ter sentindo. Continuou a fazer perguntas e ele todo solicito. Ate que ele puxou a cadeira e ficou ao lado dela, eu não perdi tempo e sentei do outro lado parecendo estar interessado também. Para mim já tava bom ate ali, afinal isso renderia varias estórias quando estivéssemos na cama. Mas a coisa foi fluindo. Ela estava entre eu e ele, e estava gostando. Certa vez quando vi que o braço dele ia resvalar me adiantei e tocamos ao mesmo tempo, percebi a excitação dela e disfarçadamente coloquei minha mao em sua coxa e escorreguei ate sua bucetinha por cima do shortinho, a safada abriu um pouco as pernas e senti o calor que estava ali, dei uma olhada pra ela e sem ela olhar pra mim, sorriu. Certo momento ela se levanta e vai ate a cozinha e pergunta se queríamos algo? Pedi mais um café.

Ele se mostrou respeitoso e nem olhou para ela, mas eu sim e vi aquele seu shortinho com aquela tanguinha preta. Ficamos ali eu e o cara e ele falou pra mim que minha mulher era muito simpática. Eu agradeci e perguntei pra ele se ele só achava isso dela. Ele olhou pra mim e disse: - Cara eu sei que agente participa daquele “site” mas tenho respeito por vocês. E continuou: - Na verdade além de simpática ela é muito gostosa,nossa! Deu-me uma pontada de ciúmes mas a de tesao foi maior e falei pra ele: - Fala isso pra ela então. Ele olhou pra mim e disse: - Vamos fazer assim. E explicou: Quando ela voltar, você se levanta e da um beijo demorado nela, depois disso eu digo. Não entendi muito, mas eu tava com tanto tesao que era exatamente isso que eu queria fazer. Quando ela veio com os cafezinhos eu me levantei coloquei as três xícaras na mesa e dei-lhe um beijo intenso, molhado. Ela retribuiu. Estava tão quente que nos esquecemos dele ali. Porem ele não esqueceu e sem eu perceber, ele foi passando uma mao nas costas dela. Quando percebeu que não houve resistência, foi deslizando pelo seu quadril e desceu para sua perna.

Continuávamos nos beijando, então ele se levantou, se postou por de trás dela, encostou seu corpo nela. Ela tirou a língua dela da minha boca, mas continuamos com os lábios encostados, semiabertos. Foi quando ele disse em seu ouvido: - Seu marido me perguntou se te acho gostosa? Ela com os lábios grudados no meu perguntou: - E o que você achou? Foi quando ele encostou seu pau no bumbum dela e respondeu: - Você não é só gostosa, você é linda. Ela relaxou, jogou o bumbum para trás para sentir o pau dele e me beijou intensamente Eu a beijava e ele aproveitava para se esfregar nela e beijar sua nuca. Suas mãos agora vinham em direção aos seios dela. Parei de beija-la para observar, mas ela me puxou de encontro a ela e ficamos ali naquele sanduiche se esfregando. Então ela se vira e fica de frente pra ele enquanto joga aquele bundao na minha direção. Eu a abraço por trás e ele começa a beija-la. Então num impulso eu vou tirando a blusinha dela.

Quando começo a levantar ela para. Se solta dele, olha pra mim e diz que ta bom. Meu pau duro por debaixo do moletom, o cara meio sem graça. Ela me olha e fala ta bom né. Pergunto se ela quer mais? Ela fica sem saber o que responder eu a chamo para próximo de mim e lhe dou outro beijo que ela corresponde, então me sento no sofá e tiro meu pau pra fora, ela olha pra mim meio que não aprovando mas se ajoelha no chão e começa a chupa-lo com um tesao enorme. O cara olha pra mim, eu dou-lhe um sinal que sim. Ele então se ajoelhe por de trás dela e enfia o rosto no meio daquele bumbum ainda de shortinho, ela se empina toda e o cara não perde tempo e começa a tirar o shortinho ele nem esperou pra ver a calcinha e tirou tudo junto. Ela ali com o bundao todo pra fora o cara chupando sua bucetinha e cuzinho juntos e meu pau quase explodindo de tesao na boca dela. Levanto ela um pouco e tiro sua blusinha liberando aqueles seios enormes e gostosos. Agora minha esposa estava completamente nua pra mim e um estranho. Puxo ela para se sentar ao meu lado, o cara se levanta e admira ela nua, aproveita e faz um elogio muito formal. Eu tiro minha calça e ela fica sentada ao meu lado, então eu a beijo. O cara então aproveita e fica completamente nu na nossa frente.

Ela para de me beijar e o admira um pouco e pede para ele se sentar ao lado dela. Então ela pega no meu pau e no dele e fica revezando os beijos, enquanto bate uma para nos dois. Paramos um pouco e cada um começa a chupar um seio dela, o cara não perde tempo e enfia seus dedos entre as pernas dela e atola dois dedinhos na sua buceta, molhada e quente. Ela geme por uns instantes e logo cai de boca no pau do cara. Eu estava ali a vendo fazer aquilo que sempre fantasiamos e pelo que vi ela estava gostando demais. Então corri ate o quarto e peguei camisinhas, entreguei para o cara e fiquei admirando ela chupa-lo. Ela me olhou ali parado olhando, tirou o pau do cara da boca e pediu o meu, fiquei ali em pé e ela me chupando. O cara então há levantou um pouco e a fez sentar-se no pau dele. Eles ficaram ali se esfregando ate que sinto ela apertar demais meu pau e soltar um gemido. O cara tinha penetrado ela. Logo começou um vai e vem dela frenético. Aqueles peitos lindos balançando, ela cavalgava forte.

Ficamos nessa posição, ela me chupando e o cara sentado com ela cavalgando durante um bom tempo, ate que ela cansou um pouco. E deitou-se no sofá, pedi licença pro cara e enfiei meu pau naquela vulva quente e meti forte nela. O cara posicionou-se ao lado dela e deu o pau dele para ela chupar. Tudo isso aos 30 centímetros de mim. Depois deitei-me no sofá e a puxei pra me chupar, então ela ficou de 4 para o cara que não perdeu tempo e há chupou um pouco mais e depois começou a come-la e elogiar o bumbum grande dela. Às vezes ele dava uns tapinhas, perguntava se eu tava gostando e perguntou se ela curtia anal, eu disse que às vezes então ele falou que não resistiria e foi tirando o pau da bucetinha dela e apontando para o cuzinho, ficou esfregando tentando enfia-lo. Então eu pedi para ela parar de me chupar, trouxe ela um pouco mais pra cima de mim, dei-lhe um beijo na boca e abri seu bumbum para o cara. Então ela começou a gemer e percebi que estava entrando. Logo depois o cara começa a bombar, depois bombar forte.

Meu pau esfregava em sua barriga então fui me posicionando por baixo e fui procurando sua bucetinha. Quando meu pau chegou na porta da bucetinha, fiquei esfregando e ela mesmo o pegou e o colocou pra dentro. O gemido foi alto, sua boca se contorceu, ela me olhou como se nunca tivesse me visto. Logo depois ela se transformou. Começou a me xingar e dizer que aquilo tava gostoso demais e me apertava, arranhava, e nós dois começamos a meter forte nela, ate que ela explode num gozo e se solta de nos caindo desfalecida no carpete. Eu me ajoelho ao seu lado e começo a bater uma punheta e gozo nos seus peitos. O cara também se posiciona ao lado dela e começa a gozar no seu rosto. Então ele vai forçando a entrar na boca dela, que engole o pau dele e o chupa ate o fim. Ela fica ali um pouco e depois levanta e me avisa que vai tomar banho. O cara se veste, eu também. Ai ele me avisa que já vai que agora aquele momento era só nosso. Me despeço dele e entro com ela no banho. Demos mais uma boa metida no banho. Gozo na sua boca também, e assim foi a nossa vez.

3 comentários:

  1. Um dos melhores contos eróticos na internet. Procure sempre postar contos neste nível, parceiro! Nós somos um casal sempre atento a este canal aqui. É uma pena que ultimamente tenha poucas postagens de contos de troca de casal ou menage. Poste mais!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado mesmo. Pena que me toma muito tempo escrever um conto, depois posta-lo. Este conto escrevi para um casal amigo que me pediu. Gostaria de escrever um para voces em retribuiçao.

    Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. enviamos um para seu email, amigo!

      Excluir