quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

A minha amiga Bela






Conheci a Bela pelo msn e logo ficamos super amigos e confidentes, ela é uma pessoa maravilhosa e especialmente linda, seus olhos claros trazem consigo um olhar sexy e poderoso, daqueles que te hiponotizam. Seus cabelos, seu rosto, seu corpo tudo em perfeita harmonia, mas como disse sempre fomos amigos e assim continuamos até que um certo dia ela me convidou para um almoço em sua casa e eu nao tive como recusar. Marcamos para ao meio dia e eu cheguei pontualmente, acho que ela esperava que eu me atrasasse um pouco e quando o porteiro a chamou ela estava de saida do banho mas mesmo assim pediu para eu subir.

Quando cheguei no seu andar a sua porta tava entre aberta, entao eu preferi nao tocar a campanhia e bate na porta, foi quando ouço ela pedindo para eu entrar que ela estava ja saindo. Entrei em seu apartamento e me acomodei na sala e fiquei ali com a garrafa de vinho que eu tinha levado aguardando por ela, foi quando ela surgiu no corredor com um sorriso lindo e com os cabelos molhados e um vestido com alças bem solto me pedindo desculpas pois nao esperava que eu chegasse na hora, eu me apressei em lhe pedir desculpas e ela falou que nada, tudo bem é ate melhor ja que passaremos mais tempo juntos. Ela entao veio me deu um abraço de boas vindas e pude sentir seu cheiro de saida de banho, uma delicia. Entao eu lhe entreguei o vinho e ela me avisou que nao podia beber mas que ela pegaria a taça para eu beber coisa que neguei na hora, pois eu havia trazido para nós bebermos mas nesse caso eu tambem nao iria beber e ela entao me ofereceu um suco e me avisou que o almoço estaria pronto em breve e eu me convidei a ajuda-la. Entao fomos para a cozinha e riamos muito sobre o que falavamos e começamos a arrumar a mesa e em uma daquelas indas e vindas, tipo: pegar o azeite, os pratos, os talheres, nos esbarravamos ate que uma hora ficamos frente a frente e perdemos as palavras, nos olhamos fixamente e sem palavras nos beijamos.

Sinceramente eu nao esperava mas quando nossas bocas se tocaram e nossos corpos colaram, algo instantaneo aconteceu de ambas as partes um abraço quente e um beijo intenso e molhado nós demos. Eu me encostei na parede e a trouxe para junto de mim sem tirar meus labios dos seus, uma onda de tesao nos invadiu e nao sei como conseguimos nos desatar, ela passou a mao pelos cabelos e retornou ate a geladeira para pegar algo como se nao tivesse acontecido nada, eu fiquei ali parado meio atordoado pelo beijo e quando voltei a mim, percebi que ela estava evitando me olhar mas eu nao estava mais resistindo fui ate ela, segurei em seu braço e sem falar nada a beijei novamente, foi quando Bela se encostou na geladeira como que se entregando e eu nao me contive e talvez pelo tesao a abracei com mais intensidade e mais pegada. Nao acreditei como uma deusa como aquela estava envolvida nos meus braços, seu cabelo molhado me excitava mais, sua lingua macia... Senti que ela tambem me abraçou mais forte, desci meus labios sobre seu pescoço e senti ela me abraçar mais forte e jogar sua cabeça levemente para tras, foi quando com os dedos bate na alça direita do vestido e a alça escorreu pelo seu braço entao desci um pouco mais e com minha boca procurei seu seio que logo que apareceu eu o beijei lentamente soltando suspiros de Bela, subi novamente para beija-la o pescoço e dei um beijo em sua tatuagem atras da orelha. Ela se estremeceu toda e se soltou um pouco, arrumou o vestido se encostou na bancada da cozinha olhou pra mim e falou ofegante:

- Se continuarmos assim agente nao vai almoçar.

Eu a avisei que minha fome tinha passado e fui ao seu encontro para beija-la de novo foi quando ela se entregou cruzou seus braços sobre meu pescoço e mais um daqueles beijos foi quando ela no meio do beijo me pediu para irmos para o quarto dela, sem nos desgrudarmos chegamos ao seu quarto. Havia um espelho grande do lado direito colado na parede e sua cama de casal, como continuavamos colados eu fui tirando meus sapatos nos encostamos no seu espelho ela de costas para ele e eu a beijando, novamente toquei so que agora nas duas alças do vestido e o vestido escorregou pelo seu corpo, ela me abraçava forte e eu ajudei o vestido a passar pelo seu quadril ate ele cair por inteiro deixando ela so de calcinha, ela entao tirou minha camisa nos abraçamos e caimos na cama, ela por baixo e eu por cima. Entao começo novamente a beijar e chupar seus seios calmamente, sentindo cada milimitro daqueles seios lindo de Bela. Fui descendo por sua barriga ate chegar na sua calcinha, que eu nao tiro mas começo a passar minha lingua por cima da sua bucetinha, ate que tiro a calcinha de lado e começo a chupa-la lentamente, depois um pouco mais forte ate que chego no seu buraquinho. Entao tiro sua calcinha e começo a chupa-la com voracidade e de vez enquando meu dedo a penetra enquanto a chupo, minhas maos aperta suavemente seus seios e eu ouvia seus gemidos e murmurios, nem sei quanto tempo fico ali pois eu estava adorando e percebi que ela estava gostando demais. Acho que quando ela nao aguentou mais, ela se sentou na cama eu fiquei em pé na sua frente ela me puxou pra perto e começou a abrir os botoes da minha calça, quando ela abriu todos ela abaixou minha cueca, tirou meu pau que estava durissimo pra fora e com aquela boca linda começou a me chupar. O modo dela chupar é completamente diferente com calma, com paixao e desejo, mas depois impos ritmo e eu tive de me controlar para nao acabar a brincadeira ali. Entao a deitei na cama dei um beijo na sua tatuagem que ela tem ao lado da virilha, dei mais uma chupadinha naquela bucetinha linda e coloquei meu pau na portinha dela, a olhei nos olhos e comecei a penetra-la levemente e começamos num vai e vem lento e prazeroso que logo se tornou algo rapido e intenso, nosso suores se misturavam e nos olhavamos com desejo, ela abriu mais as pernas e pude penetra-la pra valer na posiçao papai e mamae.


Foi quando eu pedi para ela vir por cima de mim, entao ela me deitou me olhou nos olhos e foi se encaixando, logo ela virou a cabeça e respirou fundo quando entrou tudo, ai ela começou a cavalgar lentamente, parecia ate que dançava ate que ela me olhou e começou uma cavalgada mais intensa e com força. Eu tava adorando, uma mulher linda como a Bela com aquele corpo escultural cavalgando e me beijando e cavalgando de novo. Depois de algum tempo sem nos descolarmos ficamos de pé e eu a joguei contra o espelho e fiquei por de tras dela, ela empinou seu bumbum lindo e eu comecei a penetra-la olhando seu corpo nu encostado no espelho, ela colocava sua lingua pra fora pra tentar me beijar e isso me dava um tesao enorme, eu beijava sua nuca e depois procurava sua lingua e nao parava de bombar naquela bundinha linda, segurava seus seios ate que a coloco de 4 no canto da cama e fico em pé e começo a come-la ali de 4, enquanto eu bombava mais forte nela eu com meus dedos alisava seu clitoris e sinto que ela nao consegue resistir e começa a gozar, entao tiro meu pau dela e começo a gozar esparramando tudo por sua bundinha. Caimos extasiados na cama, nao demorou muito e estavamos de novo fazendo tudo de novo. Depois da segunda tomamos banho e no banho mais uma vez so que dessa vez eu gozei enquanto ela me chupava. Hoje continuamos amigos mas amigos diferentes, amigos que sentem um tesao descomunal pelo outro.

4 comentários:

  1. interessante esse conto, boa narrativa e muito tesao no ar me encheu de calor

    ResponderExcluir
  2. Que delíciaaaaaaaaaaa excitante!
    Beijos prometidos

    ResponderExcluir